domingo, 20 de novembro de 2011

Fatores vivos e fatores não vivos presentes nos ambientes

   Visitar um ambiente próximo. Pretende-se, com isso, constatar a presença dos fatores vivos e dos não vivos. Pode ser uma praça, um quintal, um jardim etc.
   Os alunos vão observar o local sob orientação. Discuta previamente com eles o que se pretende com essa visita. Isso é fundamental para que ela seja proveitosa, isto é, para direcionar as observações (note que direcionar é bem diferente de cercear!)
   A observação e o registro das informações - por meio de desenhos, quadros, tabelas e textos - consistem na segunda parte dessa atividade, que também deve ser feita após uma detalhada orientação. Lembre-se de que, normalmente, o aluno do 6°ano se expressa  melhor oralmente do que por escrito. Não se pode esperar, portanto, que os registros escritos sejam perfeitos. Naturalmente, o que se pretende é que, ao longo dos anos, tais registros de observação apresentem gradual melhora. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário